Estalagem Nerd – 69 – Sexo – A Incrível arte da fricção

Bem vindos hóspedes, à Estalagem Nerd !
Nesse episódio – SEXO !!
Falaremos sobre esta arte milenar da fricção!

Pegue seu lubrificante, se acomode bem, e venha escutar algumas histórias!

Grupo Telegram “Bem vindos Hóspedes”

Facebook

Instagram

Promoção Quem Sou Eu

2 comentários em “Estalagem Nerd – 69 – Sexo – A Incrível arte da fricção”

  1. Meu Deus, que episódio foda, tô meio atrasado pra comentar aqui, mas enfim, queria poder falar pra vocês detalhes da minha primeira vez, só que foi uma experiência traumática… vai pro inferno padre Wilson.
    Bom, lá vem um comentário bem grande, sei que vocês não se importam com tamanho, então lá vai.
    Lá estava eu, na aula de educação física, estava de boas sentado num banco vendo alguns mlks jogando basquete, e então vem minha amiga conversar comigo, a gente puxando assunto e derrepente eu menciono que ela não me deu nada de aniversário, e então ela pergunta o que eu quero, e eu como um cara abusado (Nos dois sentidos, tanto um cara que faz coisas abusadas e que foi abusado, vai se fuder padre) falo pra ela que vou querer um favorzinho, e então a moça pergunta o que quero, e digo : “Nada de especial, mas vai treinando com um picolé”, eu e ela já tínhamos bastante intimidade, então não me deu nem um pouco de vergonha de falar isso, só tava com um frio na barriga de ela contar pra minha namorada, mas vi que ela tinha curtido a idéia, marquei pra ano que vem por que muito provavelmente eu não estaria namorando, e como se isso não fosse suficiente meu amigo tinha perdido uma aposta pra mim, ou seja, DOIS BOQUETES.
    Eu e minha namorada acabamos brigando, e passei um dia todo sem dizer nem um “oi”, e então ela veio no meu whatsapp, dizendo : “Precisamos conversar”, no mesmo momento fiquei meio feliz e triste, pois por um lado eu teria a liberdade de pegar quem eu quero, e por outro eu perderia ela, e foi exatamente como o César (Não sei se é assim que se escreve, pensei em chamar só de professor, mas ficaria confuso) disse, se eu escolhesse pegar geral, eu ficaria com saudades do que eu tinha antes, e é verdade, no meio da nossa conversa ela pergunta o que eu quero em relação ao namoro, e sinceramente, eu ando muito confuso, muito perdido, respondo que não sei, e ela pergunta : “O que você sente por mim, por favor, seja realista”, aí fiz um puta texto, lindo, falando tudo que eu sentia, dizendo que em diversas conversas minhas com um amigo(O apelido desse amigo é Valente, mas o nome dele mesmo é Vitor Valente) a gente discutia como eu era sortudo de ter ela ao meu lado, e mais uma porrada de coisas que escrevi no texto fizeram com que eu e ela ficássemos de boas de novo, e se me perguntarem o por que não terminei logo, bom, o pessoal do colégio ia ficar perguntando, e ia ficar aquele climão merda, mas já decidi, por enquanto não quero compromisso sério, tô tentando arranjar um jeito bom de terminar e que fique confortável prós dois lados, quero fazer isso lá pro final do ano, e me sinto honrado de ter sido a causa do novo quadro do Leo com participação especial da mina que fala “Aí que fofo”.
    Ps1: Lição do dia, NUNCA inicie um relacionamento sem ter a intenção de continuar ele.
    Ps2: No próximo comentário eu conto sobre o meu plano que chegou muito perto de acontecer, o plano em sí era de ter 3 meninas na minha cama, e até hoje derramo lágrimas ao saber que acabou não saindo como eu queria, meu Deus do céu, só de imaginar as loucuras que eu poderia fazer com essas três, minha cabeça voa.
    Ps3: Espero que ninguém da minha sala escute esse podcast, se não eu vou tá na merda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *